quarta-feira, 15 de junho de 2011

Balança e a Gravidez

Um ótimo método de usar a balança rs
Olá

Hoje, venho falar sobre o que tortura a maioria das mulheres na gravidez... o PESO :-O

Bom, quem me conhece sabe o quanto sou sistemática em relação a isso, super me controlo, não gosto de engordar, e nada contra, mas costumo dizer que "Não sei ser gorda e feliz"... Por isso seguro a minha boca!

Estou chegando ao final da minha gravidez (faltam aproximadamente 45 dias), e graças a DEUS não engordei muito!... O bom de ter bebe, é que logo na maternidade vc se livra de 5 ou 6 kg (UFA), aí o restinho que falta vai embora na amamentação, isto é, se vc engordou pouco né.

Conheço amigas que engordaram 30 kg, outras 25kg, umas 14kg e até uma que chegou nos 9kg, então é muito relativo, vai de mulher pra mulher, de metabolismo pra metabolismo e claro, segurar a boca né...

Mas venho postar aqui um texto que diz mais ou menos uma base dos quilos extras da maternidade, tenho uma amiga que está no fim da gravidez (Vanessa), mas conheço outra (Camila) que está no início...

Então esse texto vai p/ minhas amigas grávidas, as que pretendem engravidar e p/ leitores do blog, segue abaixo:

Qual é o ganho de peso ideal na gravidez?
Antes de qualquer coisa, ponha na sua cabeça que não tem jeito, você vai engordar. O ganho de peso é necessário porque seu corpo está crescendo e mudando, para proporcionar as melhores condições ao bebê. Veja para onde vão os quilos extras:

• Ao nascer, o bebê vai pesar em torno de 3 kg.

• Ao longo da gravidez, a camada muscular do seu útero cresce bastante, e passa a pesar 900 g a mais.

• A placenta, que nutre o bebê, pesa 600 g ao final da gravidez.

• Seus seios aumentam de tamanho e pesam 400 g a mais.

• O volume de sangue que circula no seu corpo cresce, e todo o sangue extra pesa 1,2 kg.

• Você acumula líquido no organismo, além do líquido amniótico que envolve o bebê, num total em média de 2,6 kg.

• Além disso, você acumula gordura no corpo durante a gravidez para garantir um estoque extra de energia para a fase da amamentação. Esse total é de cerca de 2,5 kg.

Portanto, ao final da gravidez, por essa média, você estaria pesando 11,2 kg a mais do que pesava antes de engravidar. É claro que as coisas não funcionam bem assim, já que ninguém é uma média.


Como controlar o peso
Não precisa se estressar com a alimentação. Basta ser razoável. Uma mulher grávida precisa de cerca de 2.500 calorias por dia. Uma alimentação sensata é a que tem cinco porções de frutas, verduras e legumes por dia, e alimentos de todos os grupos:

• Cerca de 10 por cento das suas calorias deve vir de proteínas, como carne, peixe, ovos e grãos.

• Cerca de 35 por cento das suas calorias deve vir de derivados do leite, como manteiga e queijo, e de gordura (por exemplo a gordura da carne ou do frango, nozes e amêndoas etc.). A proporção é um pouco menor para quem está acima do peso.

• Cerca de 55 por cento das suas calorias (a maior parte) deve vir dos carboidratos, como pão, macarrão, arroz, feijão e cereais em geral. Produtos integrais são melhores que os feitos com farinha branca. Além de mais saudáveis, eles prolongam a sensação de saciedade.

Não há problema em comer um chocolate de vez em quando, mas não se esqueça de que quase tudo o que você engordar na gravidez vai continuar no seu corpo por um tempo depois que o bebê nascer. Emagrecer logo depois do parto não é lá muito fácil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário