quarta-feira, 29 de junho de 2011

Ninguém é responsável pela sua felicidade!


Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas:

- "Seu marido lhe faz feliz?
Ele lhe faz feliz de verdade?"

Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança.
Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro "NÃO", daqueles bem redondos!


- "Não, o meu marido não me faz feliz"! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima).

- "Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz!" E continuou:

"O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas.

Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável.

Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma.

As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de "experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza”. Quando alguém que eu amo morre, eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.

Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai.

Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos.

Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade!

SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.

Peça apenas ao Deus/Universo/Espírito Maior que lhe dê serenidade para aceitar as coisas que você não pode mudar, coragem para modificar aquelas que podem ser mudadas e sabedoria para conseguir reconhecer a diferença que existe entre elas.

domingo, 26 de junho de 2011

O tão esperado quarto...

Oi Gente,

Finalmente finalizei o quarto, lavei todas as roupinhas, passei tudo, enfim, só não fiz as malas ainda pra não ficar tão ansiosa, mas deixarei as malas prontas daqui há duas semanas, pois já estarei de 9 meses, e aí a qualquer hora ela pode vir.

Quarto pronto, enxoval completo e isso não seria possível sem a ajuda da nossa família e amigos, eu poderia agradecer a cada um, por todos os presentes que a Lara ganhou, mas agradecer a alguns é com certeza esquecer de muitos, portanto agracedemos à todos sem exceção, por tudo!... Pelos presentes, roupinhas, lembrancinhas, carinho, ombro amigo, companhia, opnião, ajuda e por participar desse momento tão único na nossa vida! ! ! Amamos à todos, e o nosso muito obrigada!

Terminei de decorar o quarto, e prometi p/ algumas pessoas, que colocaria as fotos do quarto, então segue abaixo, o tema do quarto da Lara é ursinhos:

Tema do quarto Ursinhos








Esse nicho foi a mamãe que fez... Comprei o nicho a ursinha e colei o tecido no fundo.

Esse também foi a mamãe que fez.

E mais esse.
Esse quadro foi a Titia Elaine que bordou e enquadrou, não ficou uma graça?!

Cantinho dos sonhos da Lara!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Balança e a Gravidez

Um ótimo método de usar a balança rs
Olá

Hoje, venho falar sobre o que tortura a maioria das mulheres na gravidez... o PESO :-O

Bom, quem me conhece sabe o quanto sou sistemática em relação a isso, super me controlo, não gosto de engordar, e nada contra, mas costumo dizer que "Não sei ser gorda e feliz"... Por isso seguro a minha boca!

Estou chegando ao final da minha gravidez (faltam aproximadamente 45 dias), e graças a DEUS não engordei muito!... O bom de ter bebe, é que logo na maternidade vc se livra de 5 ou 6 kg (UFA), aí o restinho que falta vai embora na amamentação, isto é, se vc engordou pouco né.

Conheço amigas que engordaram 30 kg, outras 25kg, umas 14kg e até uma que chegou nos 9kg, então é muito relativo, vai de mulher pra mulher, de metabolismo pra metabolismo e claro, segurar a boca né...

Mas venho postar aqui um texto que diz mais ou menos uma base dos quilos extras da maternidade, tenho uma amiga que está no fim da gravidez (Vanessa), mas conheço outra (Camila) que está no início...

Então esse texto vai p/ minhas amigas grávidas, as que pretendem engravidar e p/ leitores do blog, segue abaixo:

Qual é o ganho de peso ideal na gravidez?
Antes de qualquer coisa, ponha na sua cabeça que não tem jeito, você vai engordar. O ganho de peso é necessário porque seu corpo está crescendo e mudando, para proporcionar as melhores condições ao bebê. Veja para onde vão os quilos extras:

• Ao nascer, o bebê vai pesar em torno de 3 kg.

• Ao longo da gravidez, a camada muscular do seu útero cresce bastante, e passa a pesar 900 g a mais.

• A placenta, que nutre o bebê, pesa 600 g ao final da gravidez.

• Seus seios aumentam de tamanho e pesam 400 g a mais.

• O volume de sangue que circula no seu corpo cresce, e todo o sangue extra pesa 1,2 kg.

• Você acumula líquido no organismo, além do líquido amniótico que envolve o bebê, num total em média de 2,6 kg.

• Além disso, você acumula gordura no corpo durante a gravidez para garantir um estoque extra de energia para a fase da amamentação. Esse total é de cerca de 2,5 kg.

Portanto, ao final da gravidez, por essa média, você estaria pesando 11,2 kg a mais do que pesava antes de engravidar. É claro que as coisas não funcionam bem assim, já que ninguém é uma média.


Como controlar o peso
Não precisa se estressar com a alimentação. Basta ser razoável. Uma mulher grávida precisa de cerca de 2.500 calorias por dia. Uma alimentação sensata é a que tem cinco porções de frutas, verduras e legumes por dia, e alimentos de todos os grupos:

• Cerca de 10 por cento das suas calorias deve vir de proteínas, como carne, peixe, ovos e grãos.

• Cerca de 35 por cento das suas calorias deve vir de derivados do leite, como manteiga e queijo, e de gordura (por exemplo a gordura da carne ou do frango, nozes e amêndoas etc.). A proporção é um pouco menor para quem está acima do peso.

• Cerca de 55 por cento das suas calorias (a maior parte) deve vir dos carboidratos, como pão, macarrão, arroz, feijão e cereais em geral. Produtos integrais são melhores que os feitos com farinha branca. Além de mais saudáveis, eles prolongam a sensação de saciedade.

Não há problema em comer um chocolate de vez em quando, mas não se esqueça de que quase tudo o que você engordar na gravidez vai continuar no seu corpo por um tempo depois que o bebê nascer. Emagrecer logo depois do parto não é lá muito fácil.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Pitacos Engraçados na Gravidez

Oieeee

Hoje falo sobre o tanto de coisas que você escuta quando está grávida, afinal de médico e louco todo mundo tem um pouco :o)

Logo quando se confirma a gravidez e você conta a novidade, aí começa o mini-terrorismo que algumas pessoas fazem da maternidade, comentários do tipo:

"Agora seu nariz vai ficar igual de batata.

Ah, você vai engordar e depois vai ter que suar pra voltar a esse corpo.

Você tem noção de que vai perder seu corpo?

Durma muito. Nunca mais você vai dormir na sua vida.

5 meses depois:

Ué, vc não engordou nada. Mas se prepare, pois agora é que ela vai começar a crescer.

Sua pele vai manchar.

6 meses depois:

Agora se prepare, pois a bebe vai dar um pulo de crescimento e sua barriga vai esticar. Ah, e as estrias...

Já apareceu a linha nigra na sua barriga?? Não????? Mas se prepare, pois vai aparecer, e é bem feia...

7 meses depois:

A linha ainda não apareceu???? Ah mas ainda vai aparecer, e sua barriga ainda não cresceu mas agora é que ela vai crescer muito... Sua barriga vai ficar gigante!

8 meses depois:

Até que você não engordou... Mas é no último mês que ela cresce mais... Se prepare!"


etc, etc, etc rs rs rs...

Bom, resultado é que já estou 8º mês e estamos muito bem obrigada! ! !

Na verdade estou melhor do que imaginava, estou dentro do peso, só recebo elogios das pessoas e do meu médico (o que é melhor), tenho me policiado muito, não é porque estou grávida que tenho que comer por dois.

Não tenho nem sinal de nariz de batata, meu umbigo não saiu pra fora (Ufa), minha barriga está lisinha sem nenhuma estria, redondinha e ainda tem pele hidratada para crescer mais... Nem sinal da tal linha nigra, que por sinal acho feia.

Minha pele está igual, sem cloasma (manchas) e sem espinhas.

Não tive nenhum enjoo sequer, nadica de nada, mas é impossível não dizer que as coisa não mudam, porque mudam sim...

Primeiro de tudo, é que eu peguei uma raiva de banheiro, de 5 em 5 minutos eu quero fazer xixi...

Outra mudança foi o meu cabelo, eu sempre disse que meu cabelo toma "Toddy", pois ele cresce muito normalmente, agora com a gravidez então, tem crescido mais ainda... Senti algumas dores no pé da barriga, fiquei bem esquecida das coisas, agora no final tenho sentido falta de ar (devido ao crescimento do útero pressionando o diafragma), me sinto mais cansada, com sono e meu estomago não é mais o mesmo, ehhh azia insuportável!!!

Não sei se senti desejos, uns dizem que é lenda, outros dizem que é verdade, mas senti muita vontade de comer camarão (que eu já amava) e comida japonesa.

Ah, senti muita dor de cabeça no inicio e fiquei bastante irritada, porém já passou... Mas o que não passou é a choradeira rs rs rs, nunca fui chorona, sempre chorei escondida pra ninguém ver, mas agora, depois da gravidez, não consigo me conter, choro até em comercial de margarina, não posso ver um cachorrinho na rua, que já começo a chorar, que raiva de mim!... rs rs rs.

Bom, o fato é que cada mulher tem um organismo, portanto tem mudanças diferentes, não existe uma regra para todas as grávidas!...

Portanto amigas grávidas, absorva só o que for bom e dê muitas risadas do que vocês irão escutar durante a gravidez rs rs rs, na verdade, acredito que os pitacos não acabam nunca, acho que quando o bebe nascer vocês vão escutar cada uma que parece duas rs rs!

Um cheiro.